- Notícias

08/07/2018 – Ex-prefeito é investigado por suspeita de contratar sua própria empresa para obras

Midiamax
Joaquim Padilha

MP-MS diz que empresa venceu “inúmeras” licitações de Prefeitura

O ex-prefeito de Paranhos, Júlio Cesar de Souza (PDT), está sendo investigado pelo MP-MS (Ministério Público Estadual) por suposta improbidade administrativa. O órgão apura se o prefeito teria contratado uma uma empresa de sua propriedade para obras no município.

A empresa se chama Marcelo J. Araujo ME. Segundo informações do MP-MS, a empresa está registrada supostamente como de propriedade de Valdir Alves de Araújo, que ocupou cargo comissionado em Paranhos em 2015, ano de fundação da empresa.

De acordo com o Ministério Público, a construtora, foi declarada vencedora de “inúmeras licitações”, tendo por objeto obras e serviços em creches e escolas, “sendo que o efetivo proprietário da referida seria o ex-prefeito”, Júlio Cesar de Souza.

O Jornal Midiamax apurou que a Marcelo J. Araujo venceu pelo menos duas licitações em 2016, uma voltada para pintura e reformas de creches e escolas, avaliada em R$ 298 mil, e outra para pintura da Secretaria de Assistência Social do município, no valor de R$ 70 mil.

As investigações foram instauradas pelo promotor de Justiça Gilberto Carlos Altheman Júnior, da Promotoria de Justiça de Sete Quedas. Até o momento, não foram realizadas diligências pelo órgão no âmbito do processo investigativo.

O ex-prefeito Júlio Cesar de Souza também já foi investigado pelo MP-MS sob acusação de nepotismo por ter nomeado sua esposa, Suzana Martins de Oliveira, como secretária Municipal de Administração de Paranhos, cargo com salário de R$ 4,5 mil.