- Notícias

08/02/2018 – Diadema revoga licitação plagiada

Diário do Grande ABC
Raphael Rocha

A Prefeitura de Diadema anunciou ontem que revogou a licitação para contratação de agência de publicidade no mesmo dia que o Diário mostrou que o edital foi copiado de certame para a mesma finalidade aberto no ano passado pela prefeitura de Jandira, no Interior do Estado.

A administração de Lauro Michels (PV) não informou os motivos do cancelamento da concorrência pública. Apenas declarou que o processo de contratação estava revogado e que a decisão seria publicada hoje no Diário Oficial. No site do Paço já não é mais possível fazer download dos anexos da concorrência 3/2018. Também não foi revelado se outra licitação será colocada nas ruas nos próximos dias.

O Diário mostrou que parágrafos inteiros, inclusive com erros de acentuação, foram plagiados pela Prefeitura de Diadema. Em um dos anexos, a Secretaria de Comunicação diademense, responsável por esse processo de admissão, diz que a empresa prestaria serviços para “a prefeitura de Jandira”, em clara demonstração de cópia dos termos do governo do Interior.

A fórmula para precificar as propostas também é a mesma. A concorrência da gestão em Jandira foi aberta em outubro de 2017. O processo licitatório de Diadema foi colocado na rua em janeiro deste ano.

O governo Lauro Michels estimava gastar R$ 1,66 milhão por ano com publicidade, sendo que o acordo poderia ser prorrogado por cinco anos. O vencedor da licitação deveria ser conhecido em março. Em 2016, a administração despendeu R$ 1,15 milhão para propaganda. A agência que administra a conta do Executivo é a Paz Comunicação Estratégica.

Pelas redes sociais, a bancada de oposição criticou o plágio feito pelo governo Lauro. Alguns militantes petistas defendiam a instalação de CPI para apurar o caso.