- Notícias

03/12/2017 – Presidente da Fepiserh abre licitações para contratos milionários

Vi Agora
Vitor Fernandes

Juntos, os contratos chegarão a custar cerca de R$ 30 milhões por ano.

O presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), deputado Pablo Santos, abriu duas licitações para contratos que, juntos, chegarão a custar cerca de R$ 30 milhões por ano. Os avisos de licitação foram assinados no dia 27 de novembro de 2017 e publicados no Diário Oficial do Estado no dia 29 do mesmo mês.

Um dos contratos é para contratação de empresa para prestação de serviços de vigilância patrimonial armada, de natureza continuada, a serem executados 24 horas por dia, a fim de atender a demanda dos hospitais que estão sob a gestão da Fundação, por um período inicialmente previsto de 12 meses. O valor mensal estimado desse contrato é de R$ 474,4 mil.

O outro contrato destina-se à contratação de empresa para prestação de serviços de locação de equipamentos médico-hospitalares para realização de exames clínicos. O valor mensal estimado desse acordo é de mais de R$ 2 milhões.

Mudança de gestão

Seis hospitais da rede estadual tiveram gestão transferida para a Fepiserh. Inicialmente, seis hospitais foram transferidos para a Fundação, sendo três de Teresina e os demais do interior. Hospital Getúlio Vargas, Hospital Infantil Lucídio Portela, Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, todos da capital. No interior, foram o Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, o Regional Justino Luz, em Picos, e o Regional Senador José Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato.

Essa mudança na gestão dos hospitais do estado foi adotada pelo Governo do Piauí que objetivou ganhar maior agilidade nos processos administrativos, o que resultaria em economia e maior eficiência, garantindo, ainda, os serviços gratuitos à população.